segunda-feira, 17 de maio de 2010

Mini-férias

Como diz o Jeff Id, não sei se as pessoas entendem que escrever um blog é mais questão de ler que de escrever. É preciso ler muito e ponderar. Parece que não, que se chega aqui e se dizem coisas, mas toma muito tempo. Por vezes deveria tomar mais tempo, porque também já me apanhei a ser menos cuidadoso.

Vou aproveitar para fazer umas mini-férias de uns dias. A mensagem principal era esta. Claro que levo computador, mas não me vou ocupar com isto.

sábado, 15 de maio de 2010

Sondagem sobre a frequência de leitura

A sondagem sobre a frequência de leitura do blog já terminou. Teve um total de 12 respostas e os resultados seguintes:

Duas a quatro vezes por semana - 6 (50%)
Todos os dias - 3 (25%)
Menos de uma vez por mês - 1 (8%)
Li este blog hoje pela primeira vez - 1 (8%)
Recuso-me a ler este blog! - 1 (8%)
Mais ou menos semanalmente – 0

sexta-feira, 14 de maio de 2010

A população de signatários da carta aberta publicada na Science

(Atualizado)
Os meus amáveis leitores estiveram para aqui a aturar a minha ausência enquanto eu andava a escarafunchar as qualificações académicas dos signatários da carta que apareceu na Science, com a tal imagem “photoshopada” do urso branco. Os resultados não trazem muitas surpresas, e apresento-os resumidamente aqui. O documento in extenso, em Inglês, está aqui.

Mais calor perdido

Pielke O Velho publica uma nota de Phil Klotzbach sobre o conteúdo de calor na parte mais superficial do mar equatorial, baseado nos dados de abril do Climate Prediction Center, em especial para a área de 100 a 180 º W, aquela onde se manifesta o El Niño.
De março para abril, a temperatura dessa área diminuiu 1 ºC, o que é a maior descida desde 1979. A grande pergunta, à la Trenberth, é: para onde foi o calor?
Pode ter sido transferido para camadas mais profundas, mas ninguém o viu passar. Ou pode ter sido transferido para o espaço, o que parece mais provável.

IPCC cita revista inexistente dezasseis vezes

A Donna Laframboise continua a bater na Sagrada Escritura da religião do Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico, o relatório do IPCC do Profeta Pachauri.
Desta vez, conta como o AR4 do IPCC citou 16 artigos de um único exemplar da Climatic Change, que tinha 21 artigos. Qualquer editor de uma revista fica deliciado se dois terços da sua revista são citados pelo Papa do seu ramo de conhecimento.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Biocombustíveis? Não, obrigado

A República Checa deveria começar, a partir de 1 de Junho, a aumentar a percentagem de biocombustível para 4,1% na gasolina e 6% no gasóleo. Conta-nos Lubos Motl que Vaclav Klaus vetou a lei.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Na semana passada

Com um pequeno atraso, outra vez, aqui está o resumo dos títulos da semana passada.
Incluí na lista de blogs o Science of Doom.
Anthony Watts diz que o El Niño presente é um El Niño Modoki, e que estes raramente são seguidos de um La Niña, pelo que não é de esperar grandes descidas de temperatura pelo verão.

sábado, 8 de maio de 2010

Pendentes!

Curiosamente, está a acontecer outra vez muita coisa ao mesmo tempo, e não estou a ter capacidade para dar conta do recado.



Está a decorrer uma audição do Congresso dos US que inclui Lord Monckton. É verdade que é só um contra uns cinco, mas este parceiro chega para eles todos juntos e mais uns tantos. Para eles, é como ver o Diabo.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Falsificação do dia

Update: a fotografia acompanha o abaixo assinado da carta do NAS na revista Science, sem que se indique que é uma montagem!
Update 2: Entretanto a Science substituiu a fotografia por outra e adicionou um link por baixo da fotografia a dizer que a inicial era um trabalho em Photoshop escolhido pelos editores, que se enganaram, e pede desculpa pelo "erro".
Update 3: Mas ainda não acertaram! A nova fotografia é de ursos polares em cima de gelo de um glaciar de Nunavut, e não de gelo da camada ártica... "Science", realmente, como se tivessem alguma credibilidade. O que é que esta gente merece?


Um planeta p'ra mim, um planeta p'ra ti

Vemos estas coisas e ficamos sem saber se estamos todos no mesmo planeta. Se calhar, não. Se ambos os gráficos forem verdadeiros, então não.


quinta-feira, 6 de maio de 2010

Sondagem: várias afirmações sobre aquecimento global

A sondagem mais recente, em que se pedia que se desse a concordância quanto a várias afirmações sobre aquecimento global, teve as resposta seguintes:

Muita gente vai ganhar muito dinheiro à custa do CO2 5 (71%)
Preferia gastar dinheiro num problema com solução 5 (71%)
A concentração atmosférica de CO2 está a aumentar 4 (57%)
Não tenho opinião, eu é mais bolos! 1 (14%)

Redes sociais: uma história de encantar

Apareceu recentemente um artigo num certo Cypress Times sobre quem está ligado a quem na indústria do carbono. Normalmente estas coisas não me interessam, pela razão pouco sofisticada de eu ter pouca paciência para isso. Mas, desta vez, a Joanne Nova fez-nos o favor de explicar. Como, apesar de tudo, sou curioso, fui ler, e acabei por ficar surpreendido. Não muito, mas um bom bocado.
Estas coisas são sempre duvidosas, e temos de as tomar com uns poucos de grãos de sal. Em última análise, tudo está ligado a tudo; resta saber se a ligação funciona mesmo, ou se é só teórica. Por outro lado, conhece-se sempre um amigo que tem um amigo que pode dar uma palavrinha ali a propósito daquela nossa ideia.
Vamos fazer isto por partes. Podemos divertir-nos, mas não entusiasmar-nos muito.


quarta-feira, 5 de maio de 2010

Calem-me essa gente inferior e doente!

Donna Laframboise, defensora da liberdade de expressão, chama a atenção para a conferência de ontem dada por um Doutor em estudos ambientais na Universidade do Arizona, sobre porque é que os pontos de vista dos céticos tiveram demasiada visibilidade de imprensa e porque é que isso não pode acontecer mais. Ou seja, porque é que é preciso calar esses doentes mentais desses “negadores”.
O comunicado à imprensa que deve calá-los está aqui, e abaixo um excerto.

Anomalia UAH de Abril

Roy Spencer apresenta a anomalia de temperatura de abril segundo o UAH, que é de 0,50 ºC na troposfera baixa (TLT), que é por onde a gente anda. É mais baixa 0,15 ºC que março. A tendência linear desta série desde 1979 é de +0,14 ºC/década.

Mortes pelo frio: resumos de 20 artigos

(Longo)

Ainda que seja do conhecimento popular que as pessoas, em especial de idade, tendem a morrer durante o tempo frio, há a necessidade de demonstrá-lo com mais que sabedoria popular.
Já começámos com alguns posts: aqui, aqui, aqui e mais alguns (procurar frio, mortalidade).
Aqui vamos “resumir um resumo” do CO2 Science sobre a mortalidade cardiovascular pelo frio. Não se trata, portanto, de um artigo meu.

Google compra 39 milhões de produção eólica

O Google, onde Al Gore é consultor sénior, e que manipula o seu próprio motor de busca (pesquisar “Google” neste blog) para produzir o "pensamento correcto", investiu 39 milhões de dólares em instalações eólicas.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Um dia de nuvens?

Roy Spencer publicou mais um livro, em que argumenta contra o Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico. Neste livro, temos nuvens.
Diz ele que as nuvens são as persianas naturais da Terra, e que consoante as há ou não assim temos arrefecimento ou aquecimento. Argumenta então uma posição de causalidade diametralmente oposta à dos teóricos do AGAC, que dizem que é o aquecimento que faz diminuir o número de nuvens, e o arrefecimento que as aumenta.

Abril no RSS: o segundo mais quente

Lucia, do Blackboard, traz-nos a avaliação de Abril do RSS. Segundo este conjunto de dados, este Abril que passou foi o segundo mais quente, com uma anomalia de 0,546 ºC, uma descida de uma décima de grau em relação a Março. O Abril mais quente dos registos do RSS foi o de 1998, com uma anomalia de 0,858 ºC.

Ficamos por cá à espera dos restantes conjuntos de dados.

Pachauri dá entrevista ao Público

O engenheiro ferroviário dá uma entrevista ao Público, muito interessante, que é de ler. (Agradecimentos ao Ecotretas). Não se pode deixar de saber o que pensam.
Erratum: Por distracção total, tinha escrito que era no Expresso; é no Público. Mea Culpa.

Bastardi e o aquecimento global

O meteorologista Joe Bastardi, do site Accuweather, fala-nos, num video, da discrepância entre os modelos do IPCC e as temperaturas medidas, e diz-nos que acha que os próximos anos vão ser bastante frios. Já vimos que há quem concorde e quem discorde, e que podemos fazer apostas.

Mandato da Virgínia contra Mann

O Washington Post anuncia que o Procurador Geral da Virgínia emitiu uma mandato para que lhe sejam entregues e-mails, dados e materiais de Michael Mann, por suspeitar de uso indevido do dinheiro dos contribuintes. Devíamos ter uma lei dessas por cá, para depois não a usarmos.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pielke e a exclusão de artigos pelo IPCC

Pielke Sénior tem um conjunto de dois posts (aqui e aqui) sobre artigos científicos que o IPCC excluiu. Trata-se de uma repescagem dum artigo seu de blog de 2007, e refere-se apenas a artigos na área de especialidade dele, o impacto do uso da terra.

Phil Jones: Já esteve mais quente na Groenlândia

Num artigo recente, Phil Jones e outros concluem que já esteve mais calor na Groenlândia.

Os céticos e a polícia

Passa-se uma coisa estranha e interessante: depois do climategate, os céticos com blogs têm sido contactados pela polícia.
Os ingleses são contactados pelo National Domestic Extremism (!) e o Destacamento Anti-Terrorista de Norfolk (!). Bishop Hill, por exemplo, e Jeff Id do Air Vent.

domingo, 2 de maio de 2010

El Niño pode não passar o testemunho à mana

Segundo Anthony Watts, é pouco provável que o El Niño seja seguido por uma La Niña. Isto contraria a opinião de Art Horn que expus noutro post. Diz ele que dos oito El Niño tradicionais, apenas dois não deram numa La Niña, e um deu num El Niño Modoki (seja isso o que for). Mas que dos dez Modoki, só dois deram numa La Niña; e que o El Niño actual é um Modoki.

Na semana passada

Falámos do calor que falta nas contas de Trenberth.
Art Horn, no IceCap, diz que podemos todos ir arrefecer imenso.
Olhei para as temperaturas mínimas da estação ártica de Eureka, à procura de valores estranhos, e não encontrei nada de suspeito.

A ciência da desgraça

Dentro do meu ponto de vista, que julgo ser o da generalidade dos leitores, de que para termos uma opinião formada devemos ouvir ambas (todas!) as partes (mais uma vez o latino audiatur et altera pars, que está na descrição deste blog), incluo na lista de blogs o aquecista Science of Doom.

sábado, 1 de maio de 2010

Pouca vontade de fazer coisas...

Sábado, feriado, Alentejo, pouca vontade de fazer coisas.
Modifiquei o esquema do blog. Espero que nada disto vos cause problemas e que possa, sabe-se lá, ser interessante.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Extensão do gelo ártico pelo NSIDC

Está lá quase outra vez (NSIDC):

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Gelo mínimo no Ártico em 2009: mais modelos falhados

O SEARCH promove uma espécie de concurso de modelos de gelo do Ártico. O concurso de previsão do mínimo de gelo para 2009 teve 13 participantes e, sendo simpático, 10 falharam.

IPCC outra vez de calças em baixo

E sem sinal de querer levantá-las. Donna Laframboise, sem sombra de dúvida, gosta de desancar no IPCC. Desta vez foi encontrar, em consequência da revisão às referências do AR4 do IPCC, umas coisas divertidas com o AR4 e a abominável (e demonstrada incompetente) peça de propaganda financeira que é a Stern Review.

O ponto quente equatorial: a última falha dos modelos climáticos

Há uns tempos que ando para falar nisto, mas não tenho encontrado material adequado. Trata-se da última previsão falhada dos modelos climáticos. Graças a Joanne Nova (vale a pena ler, tem lá muita coisa) e a este resumo de Fred Singer, acho que posso agora falar do assunto.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

A dissociação climática

Aqui está, publicado no Bulletin of the American Meteorological Society, com as palavras todas, como reportado por Roger Pielke Sr., a principal razão pela qual a ciência climática não merece nenhum crédito: os senhores Navarra, Kinter III e Tribbia declaram, sem sombra para dúvidas, que a ciência se faz com simulações em computador, vulgo, modelos. Esta foi a minha mais imediata e evidente razão para rejeitar na totalidade a “ciência” especulação informática climática, e reexaminá-la.

Gelo do Ártico

(Atualizado)

Segundo o IJIS, a extensão de gelo do Ártico, com 13,4 milhões de km2, continua a maior para a data desde 2002, que é quando que começaram o gráfico. Ou, como eles costumam dizer, desde que há registo.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Nós por cá todos bem


Sondagem sobre árvores e temperaturas

Os resultados da sondagem desta semana, sobre “As reconstruções de temperaturas a partir de árvores:”, teve sete respostas, que foram as seguintes:

Os níveis de CO2 em perspectiva

A presente concentração de CO2 na atmosfera é de cerca de 390 partes por milhão (ppm). No passado da Terra, esta concentração chegou facilmente às 2.000 ppm.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Eureka: uma frivolidade estatística

O dia 14 de Julho de 2009 na estação ártica de Eureka continua a fazer-me pensar, enquanto espero por mais dados no WUWT.

domingo, 25 de abril de 2010

Arrefecemos? Vulcões, sol e a irmã do el Niño

O meteorologista Art Horn, no Icecap (sem link para o post), fala-nos das razões para podermos esperar um arrefecimento temporário. Os factores que se conjugam podem ser o vulcão Katla ou do Laki, um ciclo de manchas solares longo demais, mas sem dúvida um La Niña, a irmã frígida do El Niño.

Não estamos a aquecer tanto como esperado. Nem a arrefecer?

O calor continua mesmo a faltar. Um post recente no WUWT nota que a temperatura dos últimos anos tem evoluído melhor que o que os modelos do IPCC projectaram iria acontecer se se tivesse reduzido as emissões de carbono:

Na semana passada

O fecho do espaço aéreo de vários países europeus, na sequência da erupção do Eyjafjallajokull, deveu-se a decisões baseadas num modelo e não a medições.
Estranhas temperaturas positivas na Finlândia devem-se a um erro humano – troca do sinal.
Os ambientalistas queixam-se de falta de poluição.
Este blog adoptou um novo modelo – não matemático, mas de apresentação.
Grande parte do espaço aéreo europeu volta a abrir.
Voltamos a falar do calor em falta de Trenberth.
Mann ameaça os M4GW com tribunal.
O The Air Vent tem um thread muito interessante sobre a formação dos cépticos.
A Popular Technology actualizou a lista de artigos que pôem em causa do Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico.
O Ecotretas questiona as temperaturas da estação de Eureka, o que origina uma discussão no WUWT.
Nas piadas, o Times Online fala de “mini vaga de calor”; mais um alarmista é socorrido de congelar no Ártico; a Newsweek publica os 100 sítios a visitar antes que desapareçam; e a catástrofe tal como foi há 40 anos.

O My Views On Climate Change do Bart


Na sequência da interessante comparação de blogs que tem sido feita no The Air Vent (último aqui), adicionei à lista de blogs o My Views on Climate Change do Bart Verheggen.

sábado, 24 de abril de 2010

Como era a catástrofe há quarenta anos

Neste passado dia 22, Dia da Terra e aniversário do Camarada Lenine, muito as pessoas se divertiram. Uma das formas de diversão foi repescar previsões garantidas de há quarenta anos.

Thermocalipse now

Acordei bem-disposto, ou então são os alarmistas que me estão a fazer rir. Indo ao assunto, a Newsweek, publicação acrítica, tem uma brochura para vender com os cem sítios do mundo a visitar antes que desapareçam da face da Terra por causa do AGAC. Avisam-nos que não puseram lá todos, claro.

Outro alarmista com queimaduras de frio

Como já sabíamos das notícias, outro aquecista, Tom Smitheringale, teve de ser socorrido no Ártico por estar às portas da morte pelo frio.

Nova noção meteorológica

Nova noção meteorológica: o Times Online avança com a ideia de mini onda de calor.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Eureka também

(Actualizado)

O Ecotretas conseguiu mais uma: na sequência do que vou passar a chamar o erro M, posto no WUWT, o Ecotretas foi raspar a superfície mais um bom bocado (aqui), e escolheu a estação ártica canadiana de Eureka, em Nunavut, um pouco a sul da cidade de Alert (que é uma estação sem dados desde 2006), e encontrou coisas novas.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Actualizada lista de publicações de "céticos"

O blog da Popular Technology tem mantido uma listagem de artigos científicos que não apoiam o "consenso" dos activistas.

Essa lista foi actualizada ontem, e já conta com 700 artigos. Nenhum destes artigos existe, se acreditarmos em Naomi Oreskes.

Negócio é negócio


"Tens uma licença para essas emissões, ó grandalhão?"

Os céticos são uns lunáticos


Estou muito entretido a ler os comentários a este post no The Air Vent, que pediu aos leitores para dar uma ideia da formação que têm e como chegaram a desconfiar do discurso da Conjectura do Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico. (Também estou entretido a fazer um resumo de um post do CO2 Science, que vai levar tempo.)

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Mann ameaça levar os M4GW a tribunal

(Atualizado)

Michael Mann ameaçou os Minnesotans for Global Warming de apresentar contra eles queixa em tribunal por difamação pelo célebre vídeo "Hide the Decline".

terça-feira, 20 de abril de 2010

Ainda o calor em falta


Na semana passada, a revista de divulgação Science (requer assinatura) deu a Kevin Trenberth a possibilidade de falar sobre o calor que falta. Roger Pielke Jr. fala-nos sobre isso.
Este assunto é aquele a que Kevin Trenberth se referia no célebre e-mail do climategate que dizia que não lhes era possível explicar a falta de aquecimento e que era uma paródia que fosse assim.

Voa-se

Contrariamente ao que parece emergir das notícias, desde ontem que se voa por aí. A captura abaixo, feita hoje cercada 10 da manhã, é do site flightradar24, que é um bocado lento.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Novo modelo

Para melhoria da legibilidade, adoptei um novo modelo. Espero que não vos desagrade.

domingo, 18 de abril de 2010

Há falta de poluição


Desculpem, mas eu nem traduzo: podem ver aqui que agora se queixam de falta de poluição. Isto é um caso desesperado. 

GISS e Finlândia: engano no sinal


O estimadíssimo Ecotretas escreveu sobre isto enquanto eu dormia a sesta, mas isso não me impede de dizer mais umas coisas.
Ora lembramo-nos da semana passada que a Finlândia, segundo o GISS da NASA (dirigido pelo inefável apoiante incondicional de ecoterroristas James Hansen) passou um março quentinho, até com muitas temperaturas positivas. Até era um dos sítios mais quentes (na dita anomalia) da Europa. Entretanto, a meteorologia finlandesa diz que não, que foi um março frio.

Na semana passada


Os paises desenvolvidos chantageiam, em Bona, os países em vias de desenvolvimento para assinar um acordo de limitação de emissões.
Donna Laframboise apresenta os resultados da auditoria ao relatório do IPCC: um terço da referência não são científicas, 21 dos 44 capítulos tinham menos de 40% de referências científicas.
A investigação de Oxburg ao CRU diz que são todos óptimos, só não percebem muito é de estatística.
Os espanhóis inventam o solar a gasóleo.
Um vídeo mostra o que acontece às plantas quando há muito CO2.
O Eyjafjallajokull começa a emitir cinza e os aeroportos são fechados.
O GISS apresenta temperaturas finlandesas com um engano no sinal.
Toda a gente anda à procura do calor que Kevin Trenberth perdeu dos seus modelos.
A erupção do Eyjafjallajokull faz lembrar que o aquecimento global provoca erupções vulcânicas.
Donna Laframboise mostra-nos com que se parece uma página do relatório do IPCC depois de se cortar o que não está fundamentado.
Vivemos em tempos interessantes.

Cinza virtual

[Actualizado]

Vários espaços aéreos vão continuar fechados até às dez de terça-feira em consequência da nuvem de cinza do Eyjafjallajokull. Mas a novidade é que parece que a nuvem, tal como muita coisa com o aquecimento global, não existe.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

TPC para o fim de semana



O NoFrakkingConsensus publicou o prolongamento natural do seu publicado chumbo do 4th Assessment Report do IPCC: Com que se parecerá o relatório, se cortarmos as partes que não são peer-reviewed? Fica com este aspecto:

Erupção do Eyjafjallajokull devida ao Aquecimento Global! (*)


(Atualizado segunda vez)

É tanta maluqueira que até fico com a cabeça à roda. Alguém começou, no WUWT, a dizer, por piada, que a erupção do Eyjafjallajokull se devia ao derretimento do gelo do glaciar que o cobria. Mas, vejam: o No Scientist, em 2008, e recentemente o Sc Am, noticiam que as erupções podem ser devidas ao derreter das camadas de gelo que cobrem os vulcões.

Indiana Jones e o calor perdido?


Desde há uns tempos que a gente que faz modelos descobriu uma coisa intrigante: falta metade do calor que os modelos dizem que devia haver. Concluem que tem de estar nalgum lado.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

GISS: Tudo em bikini em Sodankylä


O Steve McIntyre, campeão anti-hóquei, nota que o GISS produziu para este março, na Finlândia, o tempo mais quente que alguma vez houve na história, para todas as estações finlandesas (para março!).
O mapa de anomalias do GISS mostra que houve um hot spot por lá:

Eyjafjallajokull


É um glaciar com um vulcão na Islândia. Pelo nome, podia bem ser qualquer coisa...
Tem estado em erupção e as coisas de ontem para cá ficaram feias.
As nuvens de cinza obrigaram ao fecho dos aeroportos nos UK, Finlândia, de Gaulle e outros em França (talvez mais, mas não tenho notícia), Noruega, Suécia, Holanda e Dinamarca, até agora. Irão continuar fechados pelo menos até à manhã de amanhã.

Video: CO2 e plantas


Empreendedorismo: Imensa produção fotovoltaica de noite em Espanha


O Ecotretas traz-nos notícia deste avanço tecnológico interessante: os nuestros hermanos aprenderam a fazer eletricidade com painéis fotovoltaicos de noite. É mesmo disto que a gente também precisa para continuar na vanguarda da inovação, do empreendedorismo e das energias renováveis. Os malandros não nos dizem é como se faz.

Inquérito ao CRU: todos bons rapazes


Acabou o inquérito ao CRU, e são todos bons rapazes.

We saw no evidence of any deliberate scientific malpractice in any of the work of the Climatic Research Unit and had it been there we believe that it is likely that we would have detected it. Rather we found a small group of dedicated if slightly disorganised researchers who were ill-prepared for being the focus of public attention. As with many small research groups their internal procedures were rather informal. ”


Resumindo: Não vimos nada de errado cientificamente no trabalho do CRU. O que encontrámos foi um grupo de cientistas baralhados por estarem a ser alvo da atenção pública. Como quase todos, eram só um grupo de gente informal.
Todos bons rapazes, que ficaram desorientados com as luzes. Pobrecitos.

AR4 do IPCC: uma burla de alto a baixo


Já está por todo o lado excepto, seguramente, na Reuters, na AP, na AFP e na imprensa em geral: depois de 40 pessoas, sob a coordenação de Donna Laframboise, terem revisto todas as 18.531 referências bibliográficas do 4º relatório do IPCC (2007), conclui-se que 5.587 (30,1%) não são científicas. O relatório do IPCC é uma bostada e não vale um caracol furado.

domingo, 11 de abril de 2010

Na semana passada


A extensão de gelo ártico atingiu um valor recorde para a data, desde 2002, segundo o AMSR-E.
Os conjuntos UAH e RSS mostraram o março mais quente, pelo menos desde 1998.
O Greenpeace retirou do seu blog um post ameaçador.
Foi lançado o Cryosat-2, satélite europeu que vai medir, entre outras coisas, a espessura do gelo.
A concentração de gelo do Ártico parece estar nas melhores condições de há muitos anos.
Segundo o NSDIC, começou o degelo Ártico, sem que a extensão de gelo atingisse o valor médio – por uma unha negra.
Foi aceite para publicação um artigo sobre nuvens.
Donna Laframboise promete divulgar em breve quantas das 18.531 referências citadas no AR4 do IPCC não vêm de revistas científicas.

Assinem aqui, senão...


Na conferência sobre alterações climáticas que está a decorrer em Bona, os US e a UE estão a chantagear os países em desenvolvimento para assinar os acordos de quotas de carbono e limitações quanto às formas de produzirem a sua energia.

sábado, 10 de abril de 2010

Quantas referências esquisitas no AR4 do IPCC?


Dentro em breve, Donna Laframboise, do blog NoFrakkingConsensus, vai apresentar os resultados de uma auditoria de voluntários às 18.531 referências do AR4 do IPCC, que teve por objectivo contar quantas dessas não eram de publicações científicas.

Artigo sobre nuvens finalmente aceite


Roy Spencer, climatologista semi-céptico e autor do livro “Climate Confusion”, menciona que, ao fim de dois anos de múltiplas submissões e revisões, o seu artigo sobre o efeito das nuvens no estudo dos feed-backs do clima foi finalmente aceite para publicação pelo Journal of Geophysical Research.

Extensão do gelo NSIDC não atingiu média

 

Fizemos a nossa aposta sobre o valor da extensão do gelo ártico, no gráfico do NSIDC, até à meia-noite de ontem: 6 "sim, 1 "não". Ganhei.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Vacas quase absolvidas


Que vida a nossa. Relata o Daily Telegraph que uns Herr Professor de Karlsruhe concluiram que as vacas também podem ser boas para o ambiente.

As boas das vacas soltam metano, involuntariamente, claro, mas também é verdade que cortam a erva, que protege as bactérias do solo da neve, bactérias que produzem NO2 (protóxido de azoto) (dióxido de azoto), que é um outro gás de estufa. Também conhecido como gás hilariante, um anestésico geral.

Gelo do Ártico melhor que em muitos anos


Aparentemente, o gelo do Ártico está em melhores condições que há muitos anos:


Cryosat-2 é lançado hoje


É lançado hoje, às 13:57 UTC, o satélite Cryosat-2 que tem por missão a medição da espessura do gelo nas calotes polares e Groenlândia. É possível assistir ao lançamento online no site do Cryosat.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Greenpeace retrata-se


O Greenpeace retirou o post agressivo do seu blog e reconhece que exagerou. Mas não deixa de dizer que esta barafunda toda só aconteceu porque esses malditos cépticos anti-científicos citaram o post fora do seu contexto pacífico:

segunda-feira, 5 de abril de 2010

O março mais quente


Estou bastante impressionado.O Blackboard pega nas temperaturas recentemente entradas para março, para os conjuntos UAH e RSS, e são as mais altas no registo do UAH; anomalias, respectivamente, de +0,65 ºC global (Roy Spencer) e de +0,652 ºC, também global.

domingo, 4 de abril de 2010

Na semana passada


Na semana passada, notámos que o gelo do Ártico estava perto de atingir o valor médio para o seu máximo.
Relatámos que o Der Spiegel publicou um artigo relativamente longo sobre aquecimento global, revelando a origem do limite de 2º C para a subida de temperatura.

Tempo excepcional no Ártico


O Ártico parece estar a aquecer. Os relatos de pescadores, caçadores e exploradores apontam para uma mudança radical de condições climáticas e temperaturas nunca dantes vistas.

Extensão recorde de gelo no Ártico


O AMSR mostra que, para o últimos oito anos,se atingiu a maior extensão de gelo ártico para esta data:


sábado, 3 de abril de 2010

A hora do totalitarismo


Nenhuma pessoa mentalmente saudável quer outra coisa que não seja um ambiente igualmente saudável. É por essa razão, entre outras, que não defecamos no meio da sala de estar.
Tal como a generalidade (para não arriscar dizer totalidade) dos cépticos de graus diversos, tenho um grande interesse pelas protecção do ambiente que, como diz o chavão, nos foi emprestado.

Greenpeace advoga o terrorismo

No blog do Greenpeace, podemos ler um artigo de um qualquer “Gene do Greenpeace da Índia” a advogar a passagem à desobediência civil e à margem da lei.
"The politicians have failed. Now it's up to us. We must break the law to make the laws we need: laws that are supposed to protect society, and protect our future. Until our laws do that, screw being climate lobbyists. Screw being climate activists. It's not working. We need an army of climate outlaws.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Picadinho eólico

Isto não é sobre aquecimento global, mas não resisto. As eólicas matam pássaros aos milhões. Muito especificamente, Richard North fala das aves de rapina, e mesmo de espécies protegidas. Neste video, um abutre é morto* pela pá de um gerador eólico, a 300 km/h:

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Nota


Devem tem notado um pequeno intervalo nos posts.

Isso deve-se a duas razões. Uma delas é pessoal, e é agradável. A outra é a redução da informação interessante.

É muito natural que agora, que já tive tempo para pensar na primeira, possa recomeçar a colocar aqui alguma informação que eu ache com interesse.

Terminou o inquérito parlamentar a Jones nos UK



Segundo alguns, Phil Jones e companhia saíram em ombros, completamente livres de todo o pecado, como se esperava. Ou, pelo menos, com acusações sem muito peso, coma a de ter aparentemente violado o Freedom Of Information Act, o que, como já vimos, já não leva a lado nenhum, por prescrever em seis meses.

Der Spiegel avança artigo de fundo



A revista alemã Der Spiegel produziu um artigo de fundo sobre a teoria do aquecimento global e as situações que a afligem.
O artigo não pode cobrir tudo, é para se ler ao fim-de-semana; mas não está nada mau e lê-se bem, apesar de ter oito páginas web.

Gelo do Ártico perto de atingir valor médio normal


A extensão do gelo do Ártico encontra-se a muito poucos dias de atingir o seu valor médio, pelo menos em relação a 1979-2000. (Eu devia dizer máximo médio...)

 


terça-feira, 9 de março de 2010

Também Fátima Lopes tem ideias sobre Climatologia


http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=164503

Também Fátima Lopes acha que o mau tempo na Madeira se deveu ao aquecimento global.

Não há como ter connosco gente informada que nos dê opiniões.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

CRU apanha do Institute of Physics


O Institute of Physics submeteu ao inquérito parlamentar dos UK uma opinião que é devastadora par Phil Jones e a Equipa de Hóquei do CRU.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A Madeira: foi do Aquecimento Global


Acabei de ouvir o noticiário da uma da Antena 1 da RDP. Como não podia deixar de ser, apareceu um sujeito, perito nacional em aquecimento global, que disse que situações destas podiam atribuir-se ao aquecimento global, e que haveria muitas mais no futuro.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Frio: Mortalidade de inverno


A mortalidade excessiva no inverno é um fenómeno conhecido. A maior parte dos países têm uma mortalidade de inverno que excede a habitual em 5 a 30%. Metade destas mortes são por causas cérebro e cardiovasculares, e outra metade por causas respiratórias.

Frio: 36700 mortos nos UK em 2008-9


Calcularam-se em 36700 os mortos devidos ao inverno em Inglaterra e País de Gales para o Inverno de 2008-9 (inverno passado). Trata-se de um valor que aumentou 46% em relação ao ano anterior, e é um recorde desde o de 1999-2000.

Morre-se de frio em Lisboa


Quatro idosos morreram ontem em Lisboa, em casa, talvez devido ao frio.

Segundo um estudo da Universidade de Dublin divulgado no ano passado, Portugal é dos países da União Europeia onde mais se morre

Líder do Greenpeace confessa que é alarmista e aldrabão


Nem precisa de comentários. Trata-se de Gerd Leipold:

Ena tanto dinheiro!


O Richard North gosta mesmo destas coisas com dinheiro, e escreveu mais dois posts sobre verbas oferecidas ao alarmismo global.

Neste post diz ele que os UK compraram nada mais nada menos que 60 milhões de libras de quotas de carbono.

Neste outro, fala da torrente de dinheiro paga pela UE para coisinhas alarmistas: uns meros 29 milhões de euros para diversos, e 1.900 milhões de euros do 7º programa quadro, só para aquecimento global. Este dinheiro é do nosso bolso, não caso de não saberem como é que a UE o arranja.

Entretanto nós, por cá, andamos a tinir.

Escandinávia


Joanne Nova mostra mais um gráfico criativo do IPCC:
 



CRU: outro membro do inquérito suspeito de parcialidade


Na semana passada, o blog de Bishop Hill, com a colaboração dos leitores, encontrou muita informação pasmosa sobre um componente do inquérito imparcial ao climategate no CRU, Prof. Geoffrey Boulton, que é homem e lenda (!).
Trabalhou 18 anos na escola de Ciências Ambientais na U de East Anglia.
Diz que a discussão sobre o Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico acabou.

Na semana passada


O British Council gasta verbas substanciais em “educação” sobre aquecimento global.

Revê-se o artigo da Nature que fundamenta a ideia de consenso, e como foi refutado, e a refutação viu a publicação recusada.

Conhece o romance "1984", de George Orwell?


A sondagem terminou ontem, com 28 votos.

Os resultados são:

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Dinheiro: Climate-KIC

 

Diz Richard North que a UE vai mandar mais 4 milhões por ano para uma economia de baixo carbono.
Dentro do programa Climate-KIC, com uma verba de 760 milhões de euros, a UE

Yamal



Um artigo de jornal de Setembro de 2009 fala do problema das reconstruções dendrocronológicas de Yamal.
Estas reconstruções envolvem oito artigos científicos .
As reconstruções a partir de anéis de árvores são problemáticas, uma vez que o crescimento das árvores depende de muito mais que a temperatura.

E continuam Phil Jones e a BBC...

Em complemento à publicação das perguntas e respostas, a BBC acrescenta mais um artigo em que Phil Jones fala da desarrumação do CRU.
Diz que a papelada do CRU, no que diz respeito a estações meteorológicas e dados

Phil Jones responde a perguntas sobre climategate e aquecimento global




Ontem, Phil Jones, ex-director do CRU da East Anglia University, quebrou o silêncio e respondeu a perguntas escritas da BBC sobre o aquecimento global.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Erros não são erros



Pachauri diz que o único erro no relatório do IPCC é o dos glaciares, e já foi corrigido.
Os restantes não são erros porque é perfeitamente válido usar literatura que não

Como vão os inquéritos


Hoje, alunos da Penn State manifestam-se pela ausência de investigadores de fora na investigação a Mann: a universidade tem interesses em abafar a situação. A segunda fase do inquérito no CRU começa com a demissão de um dos peritos.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A dimensão imensa da nossa ignorância


http://dotearth.blogs.nytimes.com/2010/02/09/does-an-old-climate-critique-still-hold-up/

Revkin (e outros) andaram a falar de uma afirmação de Andrew Lacis, do GISS, que diz que não vê nenhum mérito científico no Resumo para Executivos do IPCC. Entretanto, Revkin relê o relatório e duvida das afirmações incontroversas e assentes sobre a origem antropogénica do aquecimento global. Vai daí, escreve uns e-mails e recebe umas respostas.

Bishop Hill desiste logo na primeira frase



Bishop Hill decidiu fazer uma experiência: pegou num parágrafo do WG2 e foi ver as referências.
Desistiu na primeira frase.

O Manual dos Céticos



Joanne Nova escreveu há já algum tempo o Manual do Céptico, que podemos encontrar em Português do Brasil no URL acima.
Existe também em muitas outras línguas, e existe ainda um Tomo 2, que fala de aspectos políticos e económicos.


A colecção de artigos do Guardian


Surpreendentemente, o Guardian, bastião do Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico, tem uma colecção interessante de artigos sobre a controvérsia que está a decorrer. Bom, umas no cravo, outras na ferradura, mas não está mal considerando como era

IPCC: Autores do WGI atiram-se aos do WGII




Autores do Work Group I do IPCC criticam os do Work Group II: “Não há dúvidas que a inclusão da frase sobre glaciares foi desleixada. Acho embaraçoso que o grupo de trabalho dois (WGII) tenha referido essa frase como o fez.”

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

IPCC vai atacar as crianças



Numa entrevista televisiva, Pachauri explica que agora vai passar a doutrinar crianças através dos media.

- It's interesting, because you're using the media now, obviously, and making the most of the media. What do you see as the next tools you could utilize to try to create change?
- Children. I think we have to sensitize the young, and tell them how their future is going to be affected if you don't take action today. And I think children are by and large very sensitive, and they understand. They know what's at stake, and I think that we can get

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Nota: a norma longa


Para termos a certeza que nos entendemos, uso, nos nomes dos números grandes, a Norma Portuguesa NP-18 "Nomenclatura de Grandes Números", que é a norma em uso em Portugal.

Assim, o "billion" americano e inglês é traduzido como milhar de milhão. Um milhar de milhão é 1.000.000.000. Penso que também no Brasil se usa a norma curta.

A população da Terra é superior a seis mil milhões.

O "trillion" é, em Portugal, o bilião: 1.000.000.000.000.


As verbas do WWF e do Greenpeace


http://www.climate-resistance.org/2010/01/wwf-wtf.html

O Climate Resistance foi ver que verbas tinham sido recebidas pelo WWF e o Greenpeace.

Entre 2003 e 2008, o WWF recebeu, depois de feitas as conversões para euros hoje, 2.313.344.000 euros.

O Greenpeace, de 1994 a 2008, e com três anos desconhecidos pelo meio, recebeu 1.691.031.000 euros.

Os anúncios verdes da Audi




Os Americanos estão todos a falar sobre este anúncio da Audi. Uns acham-lhe piada, outros acham-no inquietante, outros más relações públicas para a causa ambientalista.

Mas ainda querem mais




Cientista do IPCC acha que a má ciência se resolve com mais uns milhões investidos em relações públicas.
Esta crise é transitória e fabricada, e muito possivelmente desaparece com o tempo”, disse um autor do IPCC. “O que a comunidade científica precisa é de uns poucos dadores muito grandes, para atirar uns milhões de dólares em campanhas de relações públicas para contrariar a propaganda que por aí anda. Estamos a ser atacados em campanhas de difamação sem fundamento e não somos especialistas em relações públicas.”
Mais dinheiro ainda? E se tivessem começado por fazer ciência séria?

As petrolíferas e os cépticos




Na sequência de um artigo parcial no Independent, North relembra que a petrolífera Exxon pagou 23 milhões de dólares a instituições de cépticos ao longo dos anos.
O que é menos de um milésimo do que pagou o governo dos USA, e só este, para promover o Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico. North acrescenta que, entretanto, o gasto dos USA em promover o aquecimento global cresceu dos 134 milhões para sete mil milhões anuais.

O WWF vem defender o seu número da Amazónia.




O WWF veio à praça dizer que os seus números de 40% sobre a Amazónia são bons, o IPCC é que citou a publicação errada.

A seca na Austrália não é do aquecimento global




Um paper (doi:10.1029/2009GL040598) de Dezembro de 2009 no GRL diz que a seca que se sente na Bacia Murray-Darling, na Austrália, não se deve ao Aquecimento Global Antropogénico Catastrófico.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Citação do dia


http://thedogatemydata.blogspot.com/2010/02/bbc.html

"Twelve months ago non belief in catastrophic anthropogenic global warming (CAGW) resulted in barely concealed sneers. Such strong opinions on science from people who couldn't plot a simple regression line if their lives depended upon it I must admit surprised me at first. Now a skeptical position

BBC investiu no aquecimento global


http://www.dailyexpress.co.uk/posts/view/156703
http://eureferendum.blogspot.com/


O incansável (repito...) North refere este artigo do Daily Express que desenvolve uma noção que tem andado por aí: que a BBC não pode ser imparcial sobre aquecimento global (e nunca foi!), porque tem oito mil milhões de libras de fundos de pensões de reforma dos funcionários investidos nele.

Estranho dinheiro


http://www.telegraph.co.uk/comment/columnists/christopherbooker/7176262/Climate-makes-money-move-in-mysterious-ways.html


O Telegraph apresenta hoje um artigo de Christopher Booker sobre verbas entregues para projectos favoráveis ao aquecimento global, alguns razoavelmente curiosos, que ele e (o incansável) Richard North andaram a investigar.

O IPCC e as colheitas em África




O IPCC diz, muito dramaticamente, que o aquecimento global pode reduzir em 50%, por 2020, a produção agrícola do Norte de África.
Essa afirmação (Agoumi 2003, no Synthesis Report, 3.3.2) baseia-se num panfleto de uma ONG. Trata-se de um artigo do IISD - International Institute for Sustainable Development, no Canadá, um grupo activista ambiental, e que também escreve sobre quotas de carbono.
Pior ainda, duas  das referências do panfleto de Agoumi não apoiam as afirmações apresentadas.