sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Climategate 19 a 27 de Dezembro

(Reformatado em 2010-05-01)
(Este post foi copiado do meu blog no Sapo. Desculpem tudo o que não funciona.)


O clima a 19 de Dezembro


Menos feedbacks positivos para os modelos climáticos
Os modelos programam um muito grande aumento do vapor de água nos níveis superiores [da atmosfera] como resposta à duplicação do CO2. Isto é uma consequência de uma parametrização defeituosa e da interpretação estrita da equação de Clapeyron-Clausius.
A observação mostra que o aumento do vapor de água com a temperatura não acontece, mas sim que pouco ou nenhum aumento do vapor de água nas camadas superiores ocorre com uma duplicação do CO2. Sendo assim, um aumento de temperatura induzido pelo CO2 será apenas e um quarto a um terço do que indicam os modelos.


O acordozito não vinculativo de Copenhaga
Como esperado, depois da Conferência de Bali, Copenhaga produziu um vago acordo não vinculativo.


Quatro semanas depois, Diário de Notícias continua em plena negação
Para o Diário de Notícias, com afecto paternalista, o meu Prémio Avestruz do Mês.


Petróleo, nuclear e o CRU
O CRU foi criado em 1971 com fundos da Shell e da BP, tal como descrito no livro “The history of the University of East Anglia, Norwich; Page 285)” By Michael Sanderson.
Em 2008, o CRU continuava a ser subsidiado pela Shell, a BP, o Nuclear Installations Inspectorate e a UK Nirex LTD, empresa de resíduos radioactivos dos UK.



O falso delegado de Tuvalu
Afinal o delegado de Tuvalu é australiano. E mora mesmo na Austrália.


Um bom Natal com aquecimento global


Wikipedia controlada
Eu já vos tinha dito que a Wikipedia estava controlada.
Se quiser saber a verdade sobre o Cimategate, claramente não use a Wikipedia. “Climatic Research Unit e-mail controversy” é a forma eufemística preferida para descrever o maior escândalo científico da idade moderna. Não é que se adivinhe ser um escândalo pela forma como o artigo está escrito. Parece mais uma press-release para limitação de estragos escrita por amigos e simpatizantes preocupados dos cientistas mentirosos, aldrabões e falsificadores de dados.”
Connoley [responsável pelo bloqueio de ideias contrárias nesse artigo da Wikipedia], note-se, foi um dos fundadores do blog Real Climate, a loja de propaganda Amigos de Michael Mann.”


Pequeno anúncio para crianças
Nojento.


Cem razões para as alterações climáticas serem naturais


Temperatura de superfície na Gronelândia
A totalidade da tendência de aquecimento da camada de gelo de 1919-1932 é 32% maior que a do aquecimento de 1994-2007.”
Em contraste com o aquecimento dos anos 20, o de 1994-2007 não ultrapassou a anomalia do Hemisfério Norte. São necessários uns 1,08 a 1,58 ºC adicionais de aquecimento anual para que a Gronelândia entre em fase com o padrão do Hemisfério Norte. Logo, é de esperar que o derreter do gelo e o défice de massa de gelo continuem a crescer no início do século XXI à medida que o clima da Gronelândia se aproxima da tendência de aquecimento do Hemisfério Norte e o Ártico aquece, de acordo com previsões de modelos climáticos globais.”


Outra forma como os verdes estão a ajudar as petrolíferas
O sequestro de carbono (CO2) é uma técnica de extracção de petróleo em uso desde 1972. É o “armazenamento geológico” do CO2.


Uma colecção de artigos sobre “alterações climáticas”


As dificuldades de ser esverdeado
Não sendo eu tão verde que apoie o Pachauri, o Gore e as petrolíferas na sua ânsia de enriquecer, sou suficientemente esverdungado, como toda a gente, para entender que há melhorias a fazer, que não passam pela farsa grosseira da redução de emissões de CO2.
Mas os “empregos verdes” são, na prática, uma falência. Em Espanha, para cada 4 criados de novo, perderam-se 9 empregos já existentes. Isto não é bom:
O Prof de Economia Dr Gabriel Calzada concluiu: “A experiência de Espanha mostra, com um elevado grau de confiança, por dois métodos diferentes, que os EEUU devem esperar uma perda de 2,2 postos de trabalho em média, ou seja cerca de 9 postos de trabalho perdidos para cada 4 criados, a que há que adicionar aqueles que os investimentos não-subsidiados, com os mesmos recursos, tiverem criado.”
A energia solar é 173% mais cara por unidade de energia produzida do que o carvão tradicional, 140% mais que a nuclear ou o gás natural e 92% mais cara que a energia eólica. Esta é 42% mais cara que a nuclear ou o gás natural.
A disponibilidade das energias solar e eólica é de cerca de 33%, significando que em 67% do tempo não podem fornecer nenhuma energia e devem ser substituídas por uma fonte tradicional de energia.


O mar está a subir, mas pouquinho
Mas as falsificações do IPCC sobem ainda mais. Entrevista com Nils-Axel Morner, geólogo, sobre o nível do mar e falsificações descaradas e assumidas publicamente – “Sim, fizemos isso, ou não tínhamos nenhuma subida.”
Se for pelo mundo fora não encontra subida em parte alguma. Mas eles precisam da subida, porque sem subida não há ameaça de morte. Dizem que nada de bom pode vir de uma subida do nível do mar, só problemas.”


Mais dois sites que não concordam com o IPCC


Climategate para 25 a 27 de Dezembro


Setecentos cientistas
Se estamos numa de contagem de cabeças (duh!) aqui estão mais uns setecentos cientistas que não vão no consenso da ciência estabelecida (não esquecer os mais de 30.000 da Oregon Petition, mais uns setecentos da Leipzig Declaration, etc...).


Humor e Desespero: Lista completa das consequências do AGAC


Mais doutrinação para crianças
De um site para crianças (Build A Bear), nos EEUU, Com ursos polares, Pai Natal e pinguins contra o CO2 e esses criminosos que são os seres humanos. Entretanto retirado com desculpas muito ao lado.
Abaixo, posters da ONU para crianças e fanáticos:


Uma cronologia do Climategate
Em PDF. Imperdível.


Emails comentados
Alguns dos e-mails do Climategate comentados, desde o início. Em contexto. Como dizia McIntyre, postos em contexto ainda ficam pior.


EPA em tribunal
Os escroques da EPA dos EEU foram postos em tribunal por uma organização cívica que discorda da opinião de que o CO2, segundo a EPA, é um poluente.
Apesar de mais de 300.000 comentários públicos formais apresentados à EPA durante o período de comentários públicos de 2009 a respeito do seu Endangerment Finding relativo a emissões de gases de estufa sob a forma de CO2, […] o Endangerment Finding foi emitido.”
Um certo Goessler diz: “A base científica para [a decisão da EPA] é errada, baseia-se em dados questionáveis e potencialmente fraudulentos, e certamente não atinge o nível de certeza necessário para pôr em perigo a economia dos EEUU.”

Sem comentários: