quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Tudo é diferente com o Carbono quente


Esta é a evolução do valor de mercado das quotas de carbono anual. Como há valores diversos, há duas linhas: a azul para o valor máximo, a vermelha para o mínimo. O tracejado é uma parábola de regressão que talvez lá não fizesse muita falta.  

Embora o mercado tenha sido afectado pela crise em 2009, quando se esperava que voltasse a duplicar de 120 G$/ano para 240 G$/ano (ficou pelos 135 G$ na estimativa mais alta), isso não impede que o valor estimado para 2014 seja de 395 mil de milhões de USD por ano (G$/ano).  

No entanto, os corretores de certificados acham o negócio pouco interessante enquanto o valor da tonelada de emissões não estiver entre os 40 e os 85 dólares. Nós pagamos.

Sem comentários: