quinta-feira, 1 de abril de 2010

Der Spiegel avança artigo de fundo



A revista alemã Der Spiegel produziu um artigo de fundo sobre a teoria do aquecimento global e as situações que a afligem.
O artigo não pode cobrir tudo, é para se ler ao fim-de-semana; mas não está nada mau e lê-se bem, apesar de ter oito páginas web.
A parte interessante é aquela onde se diz de onde nasceu o limite máximo dos dois graus centígrados para a subida da temperatura, ou há o fim do mundo (parte 8).
Resumidamente, Schellnhuber, físico teórico, viu-se na necessidade de avançar com uma coisa que um político percebesse, não uma medida, mas uma meta, um objectivo. Ele e os colegas reviram as temperaturas dos últimos 130.000 anos (!) e acharam que as temperaturas mais elevadas não ultrapassavam os dois graus acima da temperatura antes da Revolução Industrial. E pronto, já está. É “assim uma coisa” para políticos.


Sem comentários: