segunda-feira, 3 de maio de 2010

Phil Jones: Já esteve mais quente na Groenlândia

Num artigo recente, Phil Jones e outros concluem que já esteve mais calor na Groenlândia.
Primeiro fizeram vinte furos de gelo em 14 sítios, que cobriram 200 anos, e concluíram que o delta-18 oxigénio era a melhor aproximação à temperatura da Groenlândia. A partir daí, estudaram o delta-18 oxigénio em três sítios, com furos até aos 1400 anos.
Concluem que nas alturas mais quentes, há 900 a 1300 anos, a Groenlândia esteve tanto ou mais quente que hoje.
Concluem na linha política, avisando que se a Groenlândia aquecer... vai ficar mais quente que nessa altura.
Como já vimos, a questão dos aquecistas com o Ótimo Medieval compõe-se de duas partes: Terá sido mais quente que hoje? Terá sido global?
A que junto eu, cético, terá sido simultâneo?
Por muito que queiram ou não, a resposta à primeira pergunta parece ser sim, pelo menos tanto quanto hoje. A resposta à segunda começa a ser mais difícil, mas olhando para aqui


e para aqui, vemos que há estudos em número suficiente para que, pelo menos, pareça ser global. No entanto, pergunto-me eu e outros, terá sido simultâneo? Olhando para o gráfico do link anterior, e espreitando os gráficos um a um, parece que o Ótimo Medieval não ocorreu na mesma altura em todo o lado. Mas reconheço que os gráficos são difíceis de interpretar, porque vem cada um na sua metodologia com a sua forma de apresentação.
Então, pelo menos nesta de “terá sido ao mesmo tempo”, a da simultaneidade, fico um bocado na dúvida. Mas também é verdade que as análises de gelo, sedimentos, etc., têm críticas. Há quem as arrase e deite no lixo.
E também é verdade que o conjecturado aquecimento global do IPCC não é bem global. É muito menor abaixo das zonas temperadas do hemisfério norte (vejam, por favor, o WG1 do AR4 do IPCC) e, já que aqui estamos, terão muito mais a ver com uma subida das temperaturas mínimas que das máximas. A ideia que vamos todos ficar torrados às três da tarde é falsa, e diga-se que por aqui, no Alentejo, achamos irrelevante.
Ora a mim essa da subida das mínimas parece uma bela ideia. Gosto de “noites tropicais” (com mínimas de 20 ºC ou mais) passadas numa esplanada ou no alpendre, até altas horas.

Sem comentários: